ÁRTEMIS

A imagem pode conter: desenho

MULHER NÃO MORRE NA GUERRA, MAS MORRE EM CASA

– Esconde esse absorvente
Essas espinhas
Arranca esses pelos
Da um jeito nesse seu cabelo duro
Mal cuidada
Porca

Feche esse sorriso
Sua mãe não te ensinou
Sobre o perigo de andar sorrindo na rua?
Abaixa essa cabeça
Para de encarar
Você esta chamando atenção
Assim vão achar que você esta dando mole

Delicia
Gostosa
Oh la em casa
Fecha essa boca e não reclama
Saiu de casa de saia curta
Camisa decotada
Maquiagem
Sem um homem
Tem que aguentar

Como assim não sabe cozinhar?
Você é mulher
Tem que cuidar do lar
Como assim não quer engravidar?
Você é mulher
Tem que engravidar

Faculdade? Viagem?
Mas você é mãe
Tem que cuidar
Abriu as pernas, agora não adianta
Largar na creche
Irresponsável

Mãe solteira?
O pai foi embora?
Não sabe quem é o pai?
Transou sem camisinha
Vai ter que aguentar
Vadia

Esse roxo ai
Tenho certeza que apanhou
Que teu marido te bateu
Mas você mereceu
Provocou ele
Você sabe que não pode se levantar
Mulher tem que ser submissa
O homem é que comanda o lar

Ah, mas que criança linda
É uma menina?
Toma aqui esse vestidinho rosa
Essa coberta de florzinhas
Pinta o quarto de rosa
Um rosa bem bonito
Porquê mulher é monocromática durante a infância

Ih, chegou a menarca
Essa vai dar trabalho
Ensina pra ela a se valorizar
Mulher tem que se dar ao respeito
Fala pra ela não deixar ninguém ver esse absorvente
Esse sangue sujo

Vai ter que começar a usar sutiã
Os mamilos estão aparecendo pela camisa
Que coisa horrível
Adolescente descuidada
A mãe dessa ai não ensinou nada

Foi estuprada?
Morreu no processo?
Devia estar pedindo
Sem sutiã, andava sozinha
Aquele batom vermelho
Aquela bunda enorme
Não sabe que menina tem que ficar em casa?
Deu sorte pro azar

Não foi educada
A mãe era solteira
O pai estava é certo de ir embora
Se ela era assim com a filha, imagine com o marido

Não foi respeitada
Opressão?
Imagine

Olha lá a mãe dela
Na beira do caixão
Olhando pro rosto da filha
Sem cor, sem vida
Um futuro morto antes mesmo do nascimento
Filha de mãe solteira
Sem pai, sem respeito

Morreu tão jovem
Aos 17
Uma menina tão linda
Maldita sociedade
Espero que a mãe dela aprenda a lição
E não tenha mais filhos

Suicídio?
Mas ela poderia ter começado uma vida nova
Agora que tinha perdido a filha
Poderia terminar a faculdade
Arrumar um emprego
Mas era uma fraca
Era mulher
O destino, a vida, as possibilidades
As pessoas
Cavaram a cova e jogaram ela lá dentro

Vitimismo? Preconceito?
Abuso? Agressão?
Cala essa boca e vai lavar uma louça
Você tem uma delegacia só sua
Tem seus direitos
Não luta na vida
(Mas luta na rua)
Não morre na guerra
(Mas morre em casa)

– Cintia Duarte Montilla

 

AS BRUXAS MODERNAS

aneis estilizados:

*

Feiticeiras encarnadas, são pessoas ligadas a espiritualidade da natureza, possuem um bonito astral; são simples, mas seus conhecimentos seguem alem dos horizontes… Com espiritualidades ancestrais — do culto à Deusa Mãe ao xamanismo, das crenças pagãs à sabedoria de povos antigos. Mulheres inspiradoras por uma efervescência espiritual.

O poder que essas mulheres detêm não é apenas espiritual, mas atuam também na esfera do gênero, já que elas praticam o empoderamento feminino de forma literal. Os séculos de monoteísmo não mataram as crenças pagãs dos habitantes antigos. Conheça algumas bruxas da modernidade:

*

*

*

___________________________

 (Foto: Katarzyna Majak)

MARIA É UMA “ANCIÃ TRIBAL” DA POLÔNIA. BUSCA O SENTIDO DA VIDA E O SAGRADO NAS COISAS COTIDIANAS. PALESTRANTE, PRESIDE CÍRCULOS FEMININOS, ONDE ESPALHA A SABEDORA DOS ÍNDIOS NORTE-AMERICANOS (FOTO: KATARZYNA MAJAK)

 (Foto: Katarzyna Majak)APESAR DA POUCA IDADE, KASIA EMILIA É UMA BRUXA. OS TRAÇOS DO ROSTO JOVEM E O PENETRANTE OLHAR CINZENTO ESCONDEM A SABEDORIA DOS ANTIGOS. A FOTÓGRAFA A DESCREVE COM UMA ENIGMÁTICA ALCUNHA: “AQUELA QUE É”.KASIA EMILIA (FOTO: KATARZYNA MAJAK)
 (Foto: Katarzyna Majak)BEA AFIRMA QUE PODER OUVIR AS FLORESTAS. EXPLORA O PODER DAS ERVAS E REALIZA CURAS ESPIRITUAIS. VIVE PERTO DO NINHO DE UM CORVO E DE UMA MONTANHA, ONDE MEDITA, LÊ CARTAS DE TARÔ E PRATICA O XAMANISMO. (FOTO: KATARZYNA MAJAK)
 (Foto: Katarzyna Majak)JOANNA CONDUZ CERIMÔNIAS AO LUAR E LIDERA CÍRCULOS DE MULHERES. COMPARTILHA O CONHECIMENTO DOS AMERÍNDIOS, TRABALHANDO PARA QUE AS POLONESAS ENCONTREM A SI MESMAS POR MEIO DA INTUIÇÃO. (FOTO: KATARZYNA MAJAK)
 (Foto: Katarzyna Majak)KASIA TEM UM VÍNCULO COM AS COISAS QUE A NATUREZA DÁ. A CURANDEIRA COMBATE MALES MODERNOS UTILIZANDO ERVAS, COM O RESGATE E A APLICAÇÃO DE TÉCNICAS FITOTERÁPICAS ANCESTRAIS. (FOTO: KATARZYNA MAJAK)
 (Foto: Katarzyna Majak)NATALIA É ARTISTA E BRUXA NO TEMPO LIVRE. ELA SE DESCONSTRÓI MESCLANDO FILOSOFIA, MAGIA E RELIGIÃO. ABSORVE SUA FORÇA DA NATUREZA E DO PODER DOS SONHOS, MITOS E OBJETOS RITUALÍSTICOS. (FOTO: KATARZYNA MAJAK)
 (Foto: Katarzyna Majak)ELWINGA É UMA DRUIDA DOS TEMPOS MODERNOS. O DRUIDISMO ERA CENTRADO NA SABEDORIA DOS ANTIGOS POVOS CELTAS SOBRE A VIDA E A NATUREZA. DRUIDAS PRESIDIAM RITUAIS E ERAM FILÓSOFOS. ELWINGA A DRUID (FOTO: KATARZYNA MAJAK)

Alasca Interior!

 É difícil não se sentir otimista quando você está no lado “bom” do Solstício de Inverno e pode mal-mas-distintamente perceber a luz do dia lentamente rastejando de volta, alguns minutos por dia.
silêncio e a natureza falam em volumes para mim …
As coisas que me tocam, tocaram ou falam, falaram para mim em algum pequeno momento silencioso, a minha viagem por dentro dos olhos … de onde eu estava, fui ou para onde vou ou estou estou indo. … São pequenas reflexões e expressões de mim!
Snow in Hakone Shrine, Kanagawa, Japan:
imagem: in Hakone Shrine, Kanagawa, Japan